Chá de bebe, devo mesmo fazer?

Olá Meninas,

Tudo bem por aí? Tem gestante sofrendo dessa dúvida cruel do título de hoje?

Bom, vou compartilhar um pouquinho de como lidei com essa dúvida na minha gestação.

Todos que me pressionavam para fazer o chá usavam como argumento o seguinte: “Carol, você TEM QUE fazer o chá para ganhar fraldas!” – e eu achava que isso não era razão suficiente para me motivar a ter tanto gasto e trabalho. Li em muitos fóruns orientações sobre não fazer estoque de fraldas porque nós não temos como adivinhar se o nosso bebe se adaptará a marca X ou Y, portanto, melhor ter o básico e depois que ele nascer e soubermos qual a melhor marca que ele se adaptou podemos comprar e pedir de presente para fazermos um estoque.

Então, a resposta que dou para todas as gravidinhas que me perguntam se devem ou não fazer é DEPENDE. De quê? De algumas variáveis, vamos lá…

  • Esse é um desejo legítimo SEU ou é pressão das amigas, das parentes ou da sociedade?
  • Você tem tempo para se dedicar a organizar tudo?
  • O seu marido lhe apoia nessa decisão e está contigo para ajudar (e colocar a mão na massa) no que for preciso?
  • O seu orçamento comporta esse custo?
  • A sua gravidez está sendo tranquila, sem nenhuma restrição, super ativa e sadia?

Antes de responder, confira como foi para mim optar por não fazer o chá de bebe da minha filha.

Um ano antes de engravidar, acompanhei de perto a gestação de uma amiga do trabalho. Ela sempre teve o sonho de realizar o chá de bebe do seu neném, e, para isso, pesquisou e planejou muito para que pudesse fazer algo do jeito que sempre quis, mas sem comprometer o orçamento da família. Ela contou com a ajuda de amigos, do marido e de familiares para realizar o seu sonho.

Ela fez três chás: um no trabalho dela, um no do marido e um em casa para a família.

TODAS as lembrancinhas ela mesma que produziu, TODOS os docinhos e o bolo decorado ela que fez junto com o marido, os salgadinhos a mãe dela fez, a decoração pegou emprestado de uma amiga e pode contar com o apoio de muita gente em cada detalhe de todas as festas.

Ela e o seu marido chegavam a casa todas as noites após o expediente, no meio de uma mudança para a casa nova, e, ficavam horas fazendo a massa dos bolos, dos docinhos, produzindo as lembrancinhas foi praticamente um mês de trabalho árduo para ambos.

As festas saíram lindas, ela ficou muito feliz e realizada. Para ela valeu a pena cada esforço diário para alcançar esse sonho.

Mediante a experiência dela eu comecei a me fazer os questionamentos que trouxe acima e vi que não era um desejo meu fazer essa festa, não estava dentro do meu orçamento e a minha gravidez foi de risco, portanto, para mim, o melhor foi optar por não realizar o chá de bebe. Fiquei triste? Confesso que fiquei um pouco sim porque ao longo da gestação, com a cobrança das amigas, eu acabei ficando com vontade de fazer o chá da minha bebe para reunir os amigos e confraternizar esse momento. Mas, tudo bem. Resiliência estava sendo mandatória na minha gestação (veja mais AQUI no post que falo sobre isso).

Eu já conformada em não ter o chá da minha bebe fui surpreendida.

Em uma reunião anual de um grupo meu de amigos, elas organizaram o chá e foi a festa surpresa mais linda que já recebi até hoje!! Fiquei profundamente emocionada e grata por tanto carinho e amor dedicados a mim e a minha bebe. Olhem só que lindeza!!!!

Concluindo, a decisão de fazer ou não o chá de bebe precisa ser SUA e baseada naquilo que é importante para você. Agora, reflita sobre as perguntas que lhe fiz e siga o seu coração para fazer o que for melhor para você.

E se você optar por realizar o chá de bebe eu deixo aqui uma dica bem bacana de economia para organizar a festa com compras pela internet (diminuindo o trabalho de ter que sair de casa). Clique aqui para conhecer as lojas participantes e entender como utilizar os descontos concedidos de forma fácil e rápida.

Ah! não se esqueça: o importante é ser feliz nesse momento tão lindo que a sua gestação!

Boa sorte!

E então, gostou? Me diga aqui no comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *