#PPS – O segundo mês do puerpério.

Olá Mamães e Futuras Mamães,

Neste post venho compartilhar brevemente com vocês como foi o nosso segundo mês.

Logo de cara comecei a estranhar porque aquela minha bbzinha já não dormia tantas horas direto durante o dia. Ela começou a ficar em torno de 1 a 2 horas acordada e isso também era uma novidade para ela, o que ocasionava em muito chororó porque ela não entendia ainda que era normal ficar acordada.

A amamentação ainda não estava fácil, bicos fissurados e dutos entupidos, que geravam muito desconforto e dor durante a mamada. Mas, pesquisei muito, li em fóruns que outras mães também passaram por isso e consultei a pediatra que disse que nada se tinha a fazer, a não ser deixar a bb mamar e ir desentupindo com o tempo. Eu até tentei seguir isso mas não aguentei e fiz um procedimento que li em um fórum (e gerou ainda mais problema que conto no próximo post). Então, primeira dica: siga a orientação médica!

As noites de sonos ainda não estavam fáceis, ela acordava a cada 2 horas para mamar e com a situação que disse acima não era nada simples para mim. Mas, me mantive firme na amamentação no peito e seguimos adiante.

O calor ficou muito insuportável e usar cinta o dia inteiro não era legal, então, optei por ficar algumas horas apenas e dormia sem. Tentei retomar as atividades físicas mas um sangramento ficou mais intenso e a minha médica pediu para que eu parasse e me medicou para tentar sanar (afinal de contas, eu já estava há 60 dias sangrando, algo atípico para um pós-parto).

Ela teve muita brotoeja por conta do calor (mesmo só ficando de camiseta o dia todo), então a pediatra recomendou passar um talco líquido (para a criança não aspirar o pó) e após uma semana passando 3 vezes ao dia a pele dela começou a melhorar.

As minhas emoções ainda oscilavam muito e eu tinha dias bem desanimados e outros mais positivos. Eu não tomei nenhum anticoncepcional desde que pari, portanto, os hormônios ainda estavam oscilando forte.

Com dois meses e meio ela começou a demonstrar muita inquietude, e, ao consultar a pediatra, ela me explicou que era apenas por conta do salto de crescimento que mexia mesmo com o humor do bb. O que foi um alívio para mim porque pensei que estava fazendo alguma coisa errada.

Para fechar, com dois meses nós podemos começar a perceber o temperamento do nosso bbzinho e ele também começa a se conhecer melhor. As noites de sono ainda não picotadas e a mamada talvez possa (ainda) ser difícil, mas calma que vai melhorar.

E com você, o segundo mês também foi assim? Compartilha com a gente a sua experiência, muitas outras mulheres podem se beneficiar.

Um beijo! Até a próxima.

E então, gostou? Me diga aqui no comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *