Conversas sobre as dores da alma

Peça menos. Agradeça mais.

texto39

Imaginem uma balança e em cada lado coloque seus pedidos e seus agradecimentos. Que lado você acha que baixará primeiro? Teoricamente o do Agradecimento você deve ter pensado. Mas, na prática o do Pedido baixará primeiro. Prova disso: conte a quantidade de pedidos de coisas que deseja ter ou acha que precisa.

Se você crer em Deus pode utilizar os pedidos que faz em oração. Se não crê mentalize os pedidos que faz a vida

Temos o costume de iniciar toda oração pedindo, mas deveria ser o contrário. Deveríamos iniciar toda oração agradecendo por tudo aquilo que temos e não damos o valor merecido.

  • Agradecer a nossa saúde, a saúde da família, do esposo, da esposa, dos filhos, amigos.
  • Agradecer o nosso emprego (mesmo que ele não seja ideal e você queira mudar) por ter um salário no final do mês e conseguir pagar suas contas, se alimentar, se vestir, se cuidar.
  • Agradecer por ser independente para andar, comer, enxergar, ouvir, falar.
  • Agradecer por ter um lar onde retornar todos os dias, com uma cama quentinha para dormir.
  • Agradecer por saber ler e escrever. Por ter condições de superar seus próprios limites e atingir o emprego que desejar  – basta estudar.
  • Agradecer por saber que seu marido/esposa está dormindo feliz ao seu lado.

Acho que saúde e família são os primeiros agradecimentos que devemos fazer. A Deus ou aquilo em  que você acreditar.

Depois de ver todas estas coisas fundamentais a nossa felicidade, a nossa vida, olhar para aquilo que pedimos se torna tão maior, mais forte.

Você verá que tudo aquilo que pedirá se tornará mais fácil de ser atingido, porque o mais difícil você tem a graça de já ter e poder agradecer.

Finalizo com trecho de uma música que adoro:

“Sou feliz e agradeço por tudo que Deus Me deu.”

Beijos.
Luz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *