Não basta dizer “Te amo” é preciso ter atitude coerente.

texto51

Ganhei o livro “Casamento Blindado” de uma amiga e estou gostando muito do que estou aprendendo (nunca é demais aprender algo novo). Esse livro fornece várias dicas sobre a vida a dois e estou percebendo que a essência de todos os aconselhamentos consiste em: ter atitudes coerentes com o que falamos.

Muitos casais (namorados ou casados) costumam ter uma lacuna entre aquilo que dizem e suas atitudes. Geralmente, os homens costumam dizer “Eu te amo” as suas mulheres, porém, elas na maioria das vezes se sentem inseguras quanto a isto. E eles não compreendem a razão de tamanha insegurança. Essa disparidade entre fala x ação causa momentos de conflitos e discussões entre os casais.

E isso poderia ser facilmente solucionado se os homens começassem a demonstrar em suas atitudes esse amor que tanto falam. E se as mulheres também demonstrassem de forma racional o que as levam a esta insegurança.

Nesse momento vocês devem estar perguntando: como fazer isso!? Eu explico, é bem simples, mas precisa de prática para se tornar fácil.

Aos homens sugiro que comecem a conversar mais com suas mulheres. Ao invés de evitar o assunto ou achar que elas sempre cobram atenção e os sufocam, mudem sua atitude e converse com sua amada. Pergunte a ela porque se sentem tão insegura se você a ama. Escute com atenção o que ela tem a dizer, reflita, analise e veja em que pode melhorar.

E a você amiga, quando ele vier conversar coloque a emoção de lado e seja racional. No livro existe uma frase ótima que diz “Emoção não é ferramenta para resolver problema.” – já parou para analisar isso? É tão simples e tão pouco praticado. Sempre quando temos um problema na nossa relação costumamos a agir de forma passional, impulsiva, deixamos a emoção falar mais alto que a razão e começamos a dramatizar em excesso os nosso problemas. Com isso, só conseguimos que nossos amados  criem uma barreira invisível entre nós e parem de nos ouvir.

Usando a razão ao invés da emoção e não criando barreiras invisíveis na relação, fazendo da conversa a ferramenta para solucionar os problemas, vocês conseguirão melhorar muito mais a relação.

Luz para a relação.

Beijos!

Fonte: Livro Casamento Blindado. Autores: Renato e Cristiane Cardoso. Ed. UniPro.

3 comentários

  1. Luiz Shigunov

    Sem dúvida conversar e, principalmente, escutar e entender o que o outro diz é importantíssimo! Não é facil, mas com a prática se chega à perfeição… rs

  2. […] ← Não basta dizer “Te amo” é preciso ter atitude coerente. […]

E então, gostou? Me diga aqui no comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *