O que te mantém vivo?

images

Ando pensando sobre isso e acho que todos deveríamos pensar.

Ultimamente nos jornais (impressos e na TV) vemos tantas notícias tristes, violentas, dramáticas ou fúteis que me faz questionar para onde o mundo e as pessoas estão caminhado? Para o caos!

Que vida é essa que algumas pessoas levam de sair cedo para o trabalho com aquele medo da insegurança, o desânimo por conta do trânsito, a impaciência por conta do calor, a raiva em se deparar com mais um aumento de passagem e assim já chegam aos seus empregos cansados da vida. E nem se quer começaram a trabalhar. Dá para imaginar como será o restante do dia desses profissionais, não é mesmo? Estressante, desanimador, enfadonho, tenso e longo, muito mais do que apenas oito horas de trabalho!

E assim muitas pessoas vivem de segunda a sexta. Então, no final de semana, quando estão com suas famílias, precisam enfrentar as filas no supermercado, no cinema, o mau atendimento nos serviços utilizados (por aqueles profissionais que levam a mesma rotina triste que eles e trabalham nos finais de semana também), o trânsito e o desgaste parece não ter fim.

Por isso vem a pergunta: “O que te mantém vivo?” – o que ou quem te faz se sentir vivo? O que mais lhe dá satisfação na sua vida? O que é capaz de liberar toda sua tensão e preocupação, trazendo apenas sentimentos positivos como paz, alegria, calmaria, leveza e sorrisos? Se você nunca pensou nisso, pense agora, lendo esse post, vai lá tire uns minutinhos para descobrir a resposta e comece a dedicar mais tempo a isso. Sinta-se vivo!

Pode ser ficar com sua família, brincar com seus filhos, observar o mar, ler um livro, tomar um chá com suas amigas, conversar com sua mãe, sair para jantar com a namorada, assistir um bom show, malhar, dançar ou simplesmente tirar um dia para não fazer nada, ficar de bobeira na cama vendo um bom filme sem se preocupar. Enfim, o que você faz que o traz de volta ao eixo? O que/quem resgata sua paz interior e renova suas energias para um novo dia?

O mundo anda tão agitado, tenso, pesado que se a gente não souber o que fazer para nos mantermos vivo, apenas sobreviveremos dia após dia até o fim. É isso que deseja para si? Tenho certeza que não.

Fica a dica…

images2

2 comentários

  1. Janyr Gomes da Silva

    Valeu a dica.Vamos pensar, analisar e praticar porque merecemos dedicarmos mais tempo e carinho a nós mesmos.

  2. Eu acho que estamos assim porque parece que nossas vidas não terão fim. Como se fossemos ficar aqui pra sempre. Então podemos nos dar ao luxo de passar por isso. Muitas vezes só nos damos conta da irracionalidade dessa vida quando a morte passa perto. Pode ser um infarto, um acidente de trânsito, um assalto. É como um tapa na cara para fazer você acordar do pesadelo e ver que não vale a pena e é possível ser diferente! Cada um faz a sua vida. Cada um tem o controle. Basta o primeiro passo.

E então, gostou? Me diga aqui no comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *