Conversas sobre a sociedade

Por onde anda?

textoPor onde será que anda o respeito das pessoas!? Em casa pelo visto não está, muito menos nas escolas e faculdades.

É impossível não comentar o episódio lastimável da abertura da Copa deste ano em São Paulo. Até agora me envergonho como cidadã brasileira da patifaria que fizeram com a presidenta Dilma. Não assisti ao jogo, pois, como já disse, não gosto de futebol e não fui a favor deste evento no Brasil, quando li nas redes sociais sobre o que havia ocorrido demorei a acreditar, na verdade, só passei a acreditar quando fui procurar pelos vídeos e assisti.

Sinceramente, não existe justificativa para tamanha falta de respeito, civilidade e incultura para este fato. Aquelas pessoas são bem formadas, com grande poder intelectual e de consumo, afinal de contas pagaram quase mil reais para os ingressos, e sabem muito bem que não é ofendendo com impropérios a autoridade máxima do Estado brasileiro que se reivindica direitos, mudanças políticas e qualquer insatisfação. Isso se faz na hora do voto, nas eleições, essas que irão ocorrer em breve, em outubro, esse será o momento de fazer a diferença, de tirar do senado, do planalto, da câmara quem desejar, por meio do voto, onde cada um tem o livre arbítrio para escolher o seu representante.

Dias desses, meu marido ouviu na rua um filho adolescente, por volta dos seus treze ou quinze anos, falando para o pai o mesmo impropério que falaram para a presidenta Dilma. Isso ocorreu poucos dias após a abertura da copa, o que me leva a começar a entender o porquê dessas pessoas terem a absoluta ausência de bom senso e xingarem à presidenta, pois, se não existe respeito nem em casa para com os pais, o que dirá com uma figura pública que está longe e fora das suas relações próximas, como a família.

Sou totalmente contrária aos partidos de direita, porém, não sou esquerdista. Apenas acho que a direita não me representa, pois, ela só se preocupa com a classe rica – a qual não pertenço. Eu também sou contra a copa no Brasil, acho que nossos governantes deixaram muito a desejar em todas as esferas – municipal, estadual e federal – e a minha forma de manifestar-me contra isso é por meio do conhecimento, estudando bem as ações dos candidatos que irei escolher nas eleições e votando com consciência.

Hoje em dia, a maioria das pessoas deixaram de praticar o respeito ao próximo, nas redes sociais, principalmente as sobre política, todo mundo escreve o que deseja [xingamentos, ofensas, injurias, etc] sobre qualquer um. E nada acontece. Isso não é democracia, isso é involução, incultura, desrespeito! Se você não gosta de um partido político, de uma personalidade, de uma empresa, de um produto, tenho algumas sugestões:

  • Não os siga nas redes sociais.
  • Não os curta nas redes sociais.
  • Não perca seu tempo lendo, escrevendo, comentando sobre eles.
  • Viva sua vida. Sendo o protagonista ao invés de coadjuvante, por estar vivendo para atacar ou denegrir a imagem do outro.
  • E para finalizar…

plaquinha

4 Comentários

  • luizshigunov

    É o que eu acho também. Tem que respeitar. Não gosta de um político? A vaia serve para isso. É uma forma respeitosa de dizer isso. Xingar só te desqualifica. Na minha opinião o facebook deveria bloquear esses comentários com xingamentos automaticamente.

  • Lethicia Leal (@Lethiciasays)

    Achei um texto excelente e muito inteligente, sinto falta de textos assim. O povo se esquece que nós temos o poder nas mãos afinal. são os mesmos que votaram para coloca-lá na presidência, sem contar o fato de estarem pagando por ingresso que tanto reclamaram do valor! Enfim meus conceitos não são tão bem elaborados como o seu, então parabéns pelo texto 🙂

Deixe uma resposta para luizshigunov Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *