Conversas sobre as dores da alma

Ainda me surpreendo.

image

Ainda não me acostumei com o quão desagradável o ser humano consegue ser.

São ‘Bom Dias’ não respondidos, ‘Obrigadas’ ignorados, ‘Por favores’ entre-os-dentes e empurra-empurra sem ‘Desculpas’.

Todos os dias. No trabalho, restaurante, shopping, livraria, lanchonete, ônibus, não importa, sempre nos deparamos com a carência de educação, gentileza e empatia em algumas pessoas.

Conversando com um colega sobre isso ele me disse: ‘Carol, você se chateia com isso? Por quê? Você é tão inteligente que não deveria se importar.’ – parei, escutei e refleti – cheguei a conclusão de que eu não me chateio mais, o que sinto é surpresa e indignação. Ah, também concluí que ser inteligente não influencia em nada…rs.

Penso em como pode ser possível em pleno século 21 ainda existir pessoas tão desagradáveis?

A onda do somos todos legais, que vemos diariamente nas mídias e a ditadura do politicamente correto não foram capazes de melhorar o jeito com o qual as pessoas se relacionam. Triste isso.

Às pessoas desagradáveis faço alguns questionamentos:

Quão difícil pode ser tratar com educação alguém que cruza seu caminho logo na primeira hora da manhã!?

Quanto custa dar um sorriso? Ser gentil? O que você perderia com isso? Ou melhor, pense no que poderia ganhar: sorrisos, leveza, gratidão, delicadeza e amor.

Não gostaria de ganhar esses sentimentos? Então, sorria, responda com sua vida de, pratique a empatia, seja educado, torne leve a sua vida e não pese a do outro.

Seja feliz. E não comprometa a felicidade de ninguém.

Luz e paz!

Um comentário

  • luizshigunov

    Também penso sobre isso… eu acho que a resposta pode estar na infância. Mesmo com todo o conhecimento disponível ainda vemos crianças sendo educadas de forma errada. Algumas muito errada.

    Outro dia presenciei uma aula de chantagem com uma garotinha de 4 anos talvez. A mãe disse que só daria um adesivo que ela queria se ela sorrisse para uma foto (que a menina não queria tirar).

    Houve uma resistência por parte da garotinha, até que ela aceitou a chantagem. Que lição essa mãe passou?

    E assim começa a se moldar um adulto problemático. Triste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *