Jovens Pensantes

Jovens Pensantes – Nada em excesso faz bem, nem o Amor.

image

Por Um Cara Sincero,

Quando estamos gostando de alguém, queremos cuidar, proteger, dar amor, carinho, levar para conhecer um novo mundo, lhe oferecer tudo de bom e de melhor. E em um relacionamento, ter ciúmes é normal, pois sentimos medo de perder a pessoa amada.

Como dizem: “Tudo demais enjoa” e “Tudo em excesso faz mal”, pura verdade. Portanto, esse excesso de zelo e ciúmes pode acabar se transformando em um grande problema.

Mimar demais, querer estar com a pessoa o tempo todo, dar carinho a toda hora, são atitudes que acabam lhe  tornando meloso e chato; cansando a sua parceira, que passa a ficar enjoada.

O ciúme excessivo é pior porque você acaba querendo privar a outra pessoa de falar com outras e de fazer coisas que estava acostumada a fazer. E você acaba virando um individualista, que olha só o seu lado e não dá importância para o que o seu par queira fazer nem apoio moral – nesse jogo só você quer ganhar. Essas brigas de casal começam a crescer, podendo lhe levar do céu ao inferno rapidamente, nos piores casos ele te leva a utilização da força bruta, e isso não é legal.

Então você fala: “Eu não faço nada disso”, e eu lhe digo: “Será que não faz mesmo? ”. A primeira coisa que a pessoa faz é negar, pare e reflita, converse calmamente com o seu par sobre isso ou converse com uma pessoa que está sempre junto de vocês e peça a opinião dela. Se as respostas forem que você não faz nada disso, desejo-lhe parabéns por ser assim. Agora se a reposta for que você extrapola no ciúme e no zelo, então mude logo, para não perder quem ama.

Comece a mudar as suas atitudes para melhor, busque isso e peça ajuda para sua parceira, veja onde é que você está errando e onde é que pode melhorar.

Em um relacionamento, ter calma e paciência é fundamental. Saber ouvir é o principal. Sempre reflita nas atitudes que você está tomando em sua vida, e busque sempre melhorar a cada dia.

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *