A Ansiedade

image

Um dia me disseram que a ansiedade é um sintoma da falta de confiança.

Fiquei pensando sobre isso, analisei todos os aspectos da minha vida e fui vendo se essa sentença se aplicava. Não deu outra, foi batata!

Estava ali, sentadinha no sofá, esparramada com os pés pro alto só rindo de mim, a tal da insegurança me olhando. Então, parei de fingir que não estava vendo e a encarei de frente, de peito aberto e cabeça erguida. Cheguei e disse: “Saí, saí, você está no lugar da paz interior! E além disso, nem é bem-vinda aqui no meu coração.” – vocês podem até duvidar da minha coragem e audácia, mas foi assim mesmo que cheguei: com atitude – fui colocando aquela metida para fora da sala de estar dos meus sentimentos.

Mas vou lhes contar uma coisa (falando bem baixinho para que ninguém nos ouça): ela vez ou outra surge como quem não quer nada só para ver se vai conseguir se esparramar de novo, mas eu me mantenho atenta e firme sem deixar aquela chata voltar. Ai, cansa viu? É uma vigília diária, mas vale (muito) a pena.

Por hoje eu fico por aqui e deixo uma dica:

dá uma olhada aí pela sua sala de estar e veja se a insegurança faz morada dentro de você.  Caso a encontre, não vacile. Seja firme e coloque-a no lugar dela: lá fora!

Luz & Paz.

2 comentários

  1. Talita Miranda

    Excelente amiga ! Realmente a auto crítica e a racionalização são muito importantes para nossa paz de espírito. Não é fácil mesmo mas necessário!

  2. Interessante. Vou pensar sobre isso…

E então, gostou? Me diga aqui no comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *