Dia Internacional da Mulher – Como abrir seu próprio negócio.

Comece seu próprio negócio_Vivi.

 

Comecei um pequeno negócio com R$ 175,00.

Poucos sabem que meu e-commerce começou com tão pouco e foi mais fácil do que imaginava. Era um fim de semana e eu estava em casa explorando o Instagram, quando percebi que tinha muitas pessoas como eu, você, muitas mesmo, divulgando todo tipo de comércio: roupa, acessório, serviço, sapato…. comecei então a seguir perfis que me interessavam como consumidora: maquiagem.

Foi quando comecei a me irritar. Observei que 10 entre 10 “lojinhas” vendiam seus produtos de qualquer jeito e mesmo assim tinham dezenas, centenas e algumas mais de 50 mil seguidores! Os produtos eram (ainda são!) divulgados sem o valor e informações básicas. As fotos recebiam sempre comentários com “qual o preço?”, “tem frete?”, e não respondiam! Eu mesmo fiz muitas perguntas e fiquei sem resposta ou respondiam com “compre no site”. Me pergunta se no site tinha a resposta da dúvida que eu tinha?!

E ainda sim, essas pessoas ganhavam um bom dinheiro daquilo. Dava pra ver pelos produtos esgotados, tempo dedicado na divulgação, fotos dos envios de encomendas para clientes… bom, se daquele jeito elas vendiam bem, então se eu fizesse um pouco melhor né, quem sabe.

Pesquisei bastante alguns fornecedores e tive a sorte de encontrar uma na minha cidade que tinha muitos produtos importados comprados na época que o dólar era bem mais barato (2013). Negociamos no valor de Atacado e comprei 5 lápis para olhos da Mac.

Beleza, tinha o que vender, agora só faltava cliente. Eu não conhecia muitas pessoas, a maioria dos meus amigos moram em outros estados, mas beleza, afinal, também iria oferecer envio por correio. Tirei fotos amadoras, mandei inbox pra amigos e conhecidos no facebook, informando detalhes sobre o produto, durabilidade, forma de pagamento, entrega e preço. Em meia hora tinha vendido todos.

Imediatamente fiz o perfil de vendas no Instagram e Facebook, comprei mais lápis e algumas sombras. Pouco tempo depois blushs, batons e pincéis. O dólar aumentou e passei a investir em marcas nacionais, bolsas e acessórios. Deu certo. Ano passado, realizei finalmente o sonho de montar o site. Esse ano realizei o sonho de fazer os cartões de visita, levei DIAS pensando no slogan e fiquei muito feliz com o resultado: “o melhor e mais GENTIL atendimento”.

“Site”, “cartão de visita”, parece tão pouco, né? Mas não é, fico boba toda vez que tem um pedido novo no site ou um cliente me diz “esse slogan é sua cara!”.

Deu medo? Sim. Nunca passou. Sabe a frase “se der medo, vai com medo mesmo”? Fizeram para mim, com certeza.

Hoje meu médio negócio (não é mais pequeno, mas ainda não é grande), é com certeza uma boa renda extra. Estou me preparando agora para além de administradora de e-commerce, ser consultora para todas/os aqueles que querem começar um comércio online: como começar, quais ferramentas funcionam, como controlar estoque, finanças, lucro, atendimento, frete….

É isso. Tem espaço para todo mundo, basta dá o primeiro passo!


Para saber mais sobre a nossa convidada, acesse:

www.vivishowroom.com.br

www.facebook.com/vivi.showroom

@vivishowroom

www.facebook.com/vamosconversarsemimimi

3 comentários

  1. VIvi

    Obrigada pela divulgação, Carol! Lindo o seu trabalho!

  2. Daiane

    Como me identifiquei com este texto , sobre cartões de visitas ahhh , sei a emoção que pegar o primeiro milheiro do seu negócio , eu confesso que chorei rs , muito sucesso Vivi .

  3. Gostei do texto. Leve, divertido e que passa uma história muito interessante 🙂

    Outro dia vi um vídeo no TED onde uma mulher falava sobre ensinar as meninas a terem bravura. Correr atrás do sonho. Na opinião dela, hoje as meninas são ensinadas a serem perfeitas e isso faz com que elas tenham muito medo em arriscar. E isso traz sérios prejuízos para a sociedade que deixa de ganhar com as inovações que essas meninas poderiam criar.

    Que bom que vc teve coragem de montar o negócio!

E então, gostou? Me diga aqui no comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *