Os idosos aos olhos da sociedade moderna.

Seminário-Idoso

Por Carlos Souza, fisioterapeuta e especialista em geriatria.

Muitos idosos possuem baixa qualidade de vida. Por isso, muitos recorrem a instituições de Longa Permanência, onde terão profissionais especializados no cuidado com pessoas da terceira idade além de toda infraestrutura e assistência necessárias para uma vida mais tranquila, em paz e maior bem-estar.

Infelizmente, hoje em dia nas grandes sociedades, muitas pessoas os veem de forma desvalorizada, considerando-os seres inúteis economicamente falando, pois, já não geram lucro ao país.

A saúde dos idosos é mais vulnerável a doenças e, por incrível que pareça, existem familiares que por não terem condições de arcar com os cuidados deles, os abandonam por completo esquecendo de tudo que eles já fizeram e produziram além da sua experiência de vida capaz de sempre ensinar e/ou aconselhar.

É importante ter consciência de que todos somos responsáveis por combater a violência contra o idoso e não devemos nos omitir ao termos conhecimento de algum maus tratos cometidos.

Os idosos de hoje foram os jovens de ontem. E amanhã seremos nós.

2 comentários

  1. Luiz Shigunov

    Felizmente isso começou a mudar. Hoje já temos pacotes de turismo específicos para idosos, por exemplo. Inclusive com desconto em relação aos demais públicos.

  2. Dinah Dantas

    Se cada idoso carente de cuidados, for atendido por sua família, com ou sem ajuda do Estado, não haverá idosos carentes de cuidados.
    Penso que os idosos devem ser aceitos/inclusos na sociedade como qualquer adulto, sem discriminação. E ter tratamento especial apenas quando incapacitado de se cuidar, como qualquer pessoa de qualquer idade.
    Existem idosos cuidando física, emocional e financeiramente de muita gente nova. Sendo assim, não devemos atrelar a idade com incapacidade, seria um preconceito.
    E não devemos aceitar violência contra ninguém, independente da idade.
    E essa ideia de separar o idoso da sociedade deve ser exatamente para movimentar a economia direcionada a eles, que é enorme.

Deixe uma resposta para Dinah Dantas Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *