HPOCRISIA
Conversas sobre a sociedade

A hipocrisia nossa de cada dia.

Oi Gente,

O assunto hoje é sobre hipocrisia, mas vamos começar nivelando o nosso entendimento?

Segundo o dicionário léxico, compreendo como sendo:

  • Simulação de qualidades, pensamentos, convicções ou emoções que não são verdadeiras; dissimulação; fingimento
  • Carácter do que é hipócrita, que não tem sinceridade; falsidade

Por que escolhi falar disso hoje? Simples, porque o que mais vemos nessa pandemia é dissimulação atrás de dissimulação.

Pessoas que dizem ser contra o presidente da república e seu descaso com a pandemia, mas vivem nos bares, viajando pra cima e pra baixo.

Pessoas que adoram proclamar que todos deveriam se vacinar, mas a própria que é do grupo prioritário, não se vacina.

Outras que cospem teoria pra cima e pra baixo defendendo as classes mais pobres, discurso socialista, mas na hora da prática, quando são convocadas a agirem direto com a comunidade se esquivam por estarem sem agenda ou chegam dando mais ideias de teoria e na prática, nada.

Ainda temos aquelas que pregam o amor, o respeito as diferenças, a solidariedade e na hora em que tem o seu Ego ferido destilam agressividade, sarcasmo e ofensas ao próximo.

Temos também aquelas que defendem um discurso de que nenhum transtorno ou doença limita alguém. Mas, quando são cobradas a assumirem seus erros se esquivam jogando a culpa no transtorno que possuem.

Fora a mais comum de todas: aquela que gosta de todo mundo, que se diz amiga de todos e pelas costas adora apontar defeitos e criticar a livre demanda.

Políticos que querem fechar comércios, empresas, escritórios, escolas para combater a pandemia mas que sustentam que igrejas é serviço essencial. (como se ninguém pudesse rezar/orar de suas casas)

Médicos anti-ciência que defendem uso de “tratamento precoce” sem nenhum embasamento científico com números de agravamento e óbitos crescentes só para ficarem em paz com suas ideologias políticas.

Gente que nunca nos procura para saber se estamos vivos ou não, mas quando precisam vem com o discurso de falta de tempo e saudade.

Companheiros de vida que proclamam amor nas redes sociais e dentro de casa são verdadeiros cactos alfinetando e machucando quem mora junto.

Líderes religiosos que convocam os fiéis para lotarem os templos sagrados para garantir o dízimo, mas usam a desculpa que é o poder da fé pela e para a cura da pandemia.

Outras que criticam o capitalismo mas consome sempre das grandes marcas por puro modismo e/ou comodismo e não mudam um milímetro seus hábitos para combater esse sistema que tanto criticam.

Pessoas brancas (figuras públicas e anônimas) defendendo que existe racismo reverso.

Minorias que atacam e deslegitimam outras minorias, achando suas dores mais importante do que a do outro.

Gente que se diz muito afetada pela tragédia socioeconômica que assola o nosso país não buscando fazer nada que combate a fome, as desigualdades, apenas lamentam de suas confortáveis vidas de classe média.

Mães tóxicas que controlam e manipulam os filhos com a desculpa de ama-los e se preocuparem.

Gente que compra animal mas acha uma injustiça ver tantos animais abandonados. Mas o pedigree para ostentar não abre mão.

Enfim, povo brasileiro e suas incongruências. Povo colonizado, invasor, manipulador e violento que criou a lenda de ser um país cordial como se fosse gentil, igualitário e justo.

E por aí? Por onde anda a hipocrisia sua de cada dia?

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *