Conversas a dois

Viver a dois é uma arte. Precisamos compreender muito bem os nossos sentimentos, nos conhecermos o mais profundo possível, pois, só assim teremos condições de nutrir de maneira saudável e feliz as nossas relações amorosas, porque o convívio diário, o compartilhar da vida, da intimidade são práticas que requerem profunda consciência de quem somos e do que queremos com essa relação. Sem isso, as culpas, cobranças e alfinetadas passam a dominar o lugar do maior sentimento do mundo, o Amor. E o resultado é uma vida a dois triste, turbulenta e sem sentido.

  • Conversas a dois

    O Amor que não elogia II

    Como muitas pessoas continuam interessadas nesse tema e venho recebendo muitos comentários e e-mails sobre esse assunto, decidi dar continuidade sobre essa situação. Se você ainda não leu o primeiro texto, clica aqui. Vamos lá, uma coisa é a outra…

  • Dia dos Namorados

    Dia dos Namorados – Apaixonados.

    Por Aline Soares para Bruno. Quando eu decidi me matricular no curso pré vestibular em 2001 não imaginava que além de um ótimo preparo eu conheceria o amor da minha vida. Eu e o Bruno nos tornamos amigos em 2001,…